quinta-feira, 8 de julho de 2010



O intangível me tira o fôlego.
Tangível só a ausência.

Nenhum comentário: